Notícias do vaticano

 Papa é esperado na Terra Santa em Maio

O número de bahá (9) é muito importante para a nova ordem mundial. Não existe data mais oportuna para adestrar o falso profeta; e assim terá o inicio o treinamento do seu grande anúncio (uma aparição da Rainha dos Céus), seguindo as ordens explícitas deixadas por Baha’u’llah:

Anuncia tu aos sacerdotes: Eis! Veio Quem é o Governante! Que saias detrás do véu em nome do teu Senhor, Aquele que faz prostrar todos os homens. Proclama, então, à toda humanidade as boas novas desta grande, desta gloriosa Revelação. (Epístola Lawh-I-Aqdas- Baha’u’llah)

Portugal:

Papa pode visitar Terra Santa em 2009

 O director dos serviços de informação do Vaticano, Pe. Federico Lombardi, confirmou esta Quinta-feira à ANSA que está a senr estudada “a possibilidade de uma viagem do Papa à Terra Santa no decorrer do próximo ano”.

Notícias a este respeito foram antecipadas hoje pelo jornal israelita Haaretz, que indicou o próximo mês de Maio como possível data para a visita.

O jornal afirma que a questão foi discutida duas semanas atrás entre o presidente israelita, Shimon Peres, e o Núncio apostólico, arcebispo Antonio Franco. Segundo a publicação, nesta ocasião Peres fez um convite pessoal ao Papa e a resposta da Santa Sé foi positiva.

O Pe. Lombardi afirmou, por sua vez, que “contactos” estão em andamento entre a Santa Sé e Israel, mas que, por enquanto, ainda não há nada definido no que diz respeito à viagem.

A última visita de um Papa à Terra Santa foi a de João Paulo II, em 2000.

http://www.agencia.ecclesia.pt/noticia_all.asp?noticiaid=66800&seccaoid=4&tipoid=217

 

Doha: Vaticano pede novo pacto financeiro internacional 

 O Vaticano pediu um “novo pacto financeiro internacional”perante da crise que abalou os mercados em todo o mundo, sobretudo os dos países pobres e dos emergentes.

A declaração foi divulgada em comunicado do Conselho Pontifício Justiça e Paz (CPJP). Com a aprovação da Secretaria de Estado do Vaticano, em vésperas da Conferência Internacional de Doha que decorrerá entre os dias 29 de Novembro e 2 de Dezembro.

Na nota, o Vaticano questiona se “basta uma simples revisão ou se é necessária uma autêntica refundação do sistema das instituições económicas e financeiras internacionais”.

O documento quer “oferecer algumas pistas de reflexão sobre a actual crise financeira mundial e sobre as repercussões no financiamento ao desenvolvimento”.

“A Santa Sé tem consciência de que são muitas das questões que assinala são susceptíveis de serem abordadas de modos muito diversos, do ponto de vista técnico. Por isso, o documento quer sobretudo promover o diálogo sobre alguns aspectos éticos das relações entre finanças e desenvolvimento”, pode ler-se.

O CPJP lamenta que as “nações mais fracas” tenham sido “excluídas do plano elaborado para salvar os mercados”.

Segundo a nota publicada no site oficial do Conselho Pontifício, “muitíssimos países que não participaram da cúpula de Washington (G20) temem, não sem razão, que esse evento tenha tirado impacto à Conferência Internacional de Doha”.

A Santa Sé espera que a comunidade internacional não perca “a ocasião de discutir questões importantíssimas para a humanidade e para o desenvolvimento”.

http://www.agencia.ecclesia.pt/noticia_all.asp?noticiaid=66620&seccaoid=4&tipoid=32

Anúncios