Brasil tem terceiro maior índice de mortalidade infantil

Reduzir a mortalidade infantil é a meta número 4. O Projeto do Milênio é um órgão consultivo independente, que apresentará suas recomendações finais. Um Plano Global para Alcançar os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio que é a revelação dos sinais de Baha’u’llah, o cristo cósmico do milênio, para a humanidade.

Notícia:

Brasil tem terceiro maior índice de mortalidade infantil na América do Sul

Brasília – O Brasil é o país com o terceiro maior índice de mortalidade infantil na América do Sul. A informação consta do Relatório sobre a Situação da População Mundial 2008, divulgado hoje (12) pelo Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa). De acordo com o estudo, a estimativa para este ano é que, em cada grupo de mil crianças nascidas vivas no país, 23 morram antes de completar 1 ano de idade. O índice brasileiro só não é maior do que o da Bolívia, com 45 mortes, e o do Paraguai, com 32.

Na América do Sul, a menor taxa foi registrada no Chile, que apresenta uma média de sete mortes para cada grupo de mil crianças nascidas vivas. Em seguida, aparecem Argentina e Uruguai, ambos com 13 óbitos, e Venezuela, com 17.

De acordo com o relatório, o Brasil registra o terceiro pior índice em relação à expectativa de mortalidade entre crianças menores de 5 anos para 2008.

A estimativa é que 32 meninos e 24 meninas nessa faixa etária em cada grupo de mil crianças nascidas vivas morram em decorrência das chamadas doenças da infância. A primeira posição nesse ranking é ocupada pela Bolívia, com taxas de 64 (meninos) e 55 (meninas). Em segundo, vem o Paraguai, com 43 e 32, respectivamente.

http://www.agenciabrasil.gov.br/noticias/2008/11/12/materia.2008-11-12.9828890718/view

Anúncios