‘FT’ prevê outras fusões de bancos na América Latina

inwo_bank_mergerFascismo era o sistema econômico da Alemanha nazista, da Itália nacional-socialista e do Japão imperial. Hoje, somente o Japão mantém esse sistema. No fascismo, os indivíduos retêm o controle sobre os meios de produção, garantindo, dessa forma, que o elemento-chave que faz o capitalismo funcionar tão bem esteja presente. Entretanto, o governo intervém para controlar quanto é produzido de cada item, quantos concorrentes podem produzir o mesmo item e quanto pode ser cobrado. Portanto, o potencial para o maior benefício reside na economia fascista! As experiências na Alemanha nazista e no Japão imperial provaram que o fascismo funciona. Vimos que a coordenação adequada entre governo e capitalismo efetivamente funciona.

Fonte:

 http://www.espada.eti.br/n1856.asp

 

A fusão entre os bancos Itaú e Unibanco pode ser apenas a primeira de outras fusões de instituições financeiras que virão na América Latina no bojo da crise econômica mundial, segundo o jornal Financial Times (FT) na sua edição desta terça-feira.

“Como resultado (da crise)”, diz o FT, “os bancos passarão por tempos austeros e deveremos ver mais fusões entre os credores regionais”.

“Enquanto executivos afirmam que a fusão entre o Itaú e o Unibanco não foi resultado direto da crise, analistas afirmam que bancos menores provavelmente serão comprados por seus concorrentes maiores no Brasil e outros países da região”, diz o principal jornal de economia e finanças da Europa.

“No geral, os bancos latino-americanos estão se mostrando resistentes. Isso porque, apesar de o crescimento do crédito ter se acelerado nos últimos anos, os sistemas bancários da região ainda são relativamente pequenos”, afirma o FT.

O diário diz que a América Latina pode ter evitado o pior da crise graças às regulamentações locais dos sistemas bancários, adotadas depois de crises anteriores.

“As economias latino-americanas ainda estão pagando o preço pelas crises bancárias domésticas do passado. Mas essas crises, por acidente e delineação, permitiram que os bancos da região passassem pelas tempestades financeiras globais em relativo conforto”, diz o FT.

O jornal comenta que, na região, os mercados de crédito locais continuaram a funcionar, apesar da crise global. O FT afirma, no entanto que, mesmo melhor preparados, os bancos latino-americanos deverão sofrer com a falta de crédito mundial.

 

http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2008/11/081104_pressitauunibanco_ba.shtml

Anúncios

Chegou a hora da reconstrução do falso milênio

Resumo: Lideres religiosos e econômicos se unem em cúpula mundial para implantarem a apostasia milenista. A história se repete! Assim como satanás tentou Jesus no deserto ocultando versículos e palavras Bíblicas (Mateus 4:6 e Salmo 91:11), agora é a vez da ONU implantar essa técnica em escala global .

 

No dia 28 de agosto de 2000 mais de 1000 líderes políticos,  religiosos e as mais poderosas instituições financeiras  reuniram-se nas Organizações das Nações unidas para abrir a cúpula mundial do milênio da paz . O discurso principal, que tinha como objetivo promover a unidade religiosa,  foi feito pelo Dalai Lama.  Billy Graham foi representado nesse evento por sua filha Anne Graham Lotz (foto).

 

O evento foi patrocinado por muitas instituições, mas existe algumas que merecem destaque que são: UN Foundation “Better World Fund” (Ted Turner’s Foundation), Ford Foundation, Rockefeller Brothers Fund  e até mesmo o Rev.Moon…

 

Os principais líderes religiosos foram convidados (e não obrigados) a assinar uma série de compromissos em nome da religião global nessa data. E posteriormente divulgar e implantar no maior número de igrejas possíveis a Esperança de um novo milênio de paz e amor global. A cúpula do milênio adestrou todos esses lideres através da lei escrita no Kitáb-i-aqdas. O artigo K-37 fala sobre o milênio da paz  de Baha’u’llah.

 

K- 37 Antes de expirado um milênio completo, quem afirmar ser portador de uma Revelação direta de Deus será seguramente um impostor mentiroso.

 

Todos os reis, lideres religiosos e políticos da terra devem trabalhar em unidade para estabelecer a sua economia divina. Compete a eles manipularem as massas através de projetos como o minha esperança (a esperança no falso milênio) ou o PEACE para estabelecer o reino milenar de Baha’u’llah. Sobre esse dia o guardião da fé proferiu as seguintes palavras sobre o prometido: “ O Organizador de todo o planeta, como o Unificador dos filhos dos homens, como o Inaugurador do há tanto esperado milênio, como o Iniciador de um novo “Ciclo Universal”, como o Fundador da Suprema Paz, como a Fonte da Suprema Justiça, como o Proclamador da maturidade de toda a raça humana, como o Criador de uma Nova Ordem Mundial e como o Inspirador e Instaurador de uma civilização universal.”  O artigo K37, apesar de dizer antes de expirado um milênio, enganará a muitos, pois os ensinamentos de Baha’u’llah  atendem as três categorias  milenistas que são:

  Pós-milenismo: (definição: Wayne Grudem)

O prefixo pós significa “depois”. Segundo esse ponto de vista, Cristo voltará após o milênio. A característica principal do pós-milenismo é ser muito otimista acerca do poder do evangelho par mudar vidas e estabelecer o bem no mundo

Obs.: Esse é objetivo da ONU. Estabelecer a paz no mundo através das metas do milênio e Baha’u’llah governará a terra se fazendo passar por Cristo.

 Pré-milenismo clássico ou histórico:  Durante esse tempo, Cristo estará fisicamente presente sobre a terra em seu corpo ressurreto e dominará como Rei sobre toda a terra

Obs.: A ressurreição de Baha’u’llah também acontecerá e ele governará sobre a terra.

 Pré-milenismo dispensacionalista

Esse ponto de visa é semelhante à posição pré-milenista clássica mencionada acima, mas com uma importante diferença: acrescenta outra volta de Cristo antes de sua vinda para reinar sobre a terra no milênio.

Obs.: Baha’u’llah também atenderá esse grupo, pois ele escreveu o seu plano de governo durante a vida e governará  novamente após a sua ressurreição.

 

 

Essa sedução milenista surgiu através de uma interpretação totalmente errada da Bíblia (Apocalipse 20:4), onde o verdadeiro estabelecimento do milênio será após a degolação de milhares de cristãos deixados para trás. É por esse motivo que a Babilônia Americana vai ser embriagar com o sangue dos justos, porém desatentos.

 

Referências:

http://www.bpnews.net/bpnews.asp?id=4742

http://www.cephasministry.com/nwo_world_peace_summit.html

http://www.vivos.com.br/50.htm

http://www.espada.eti.br/rtb-cp04.asp