O verdadeiro significado dos 33 graus maçônicos do REAA

reaaA sigla REAA significa Rito Escoes Antigo e Aceito, um dos mais usados na maçonaria em todo o mundo, que é composto por 33 graus. A palavra rito vem do latim ritu que significa um conjunto de normas, regras e prescrições que devem ser praticadas em um trabalho “religioso.”

O ser mais indicado para nos explicar a divisão dos ritos maçônicos é o seu criador; a saber…satanás.

E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero. (Lucas 4 : 6)

Satanás de fato recebeu um reino e o poder de dividi-lo, mas somente  para que se cumpra a palavra de DEUS (especialmente o Apocalipse) e não a dele. Durante a existência da humanidade, satanás distribuiu o seu reino nas mais diversas sociedades secretas, seitas e religiões protegendo o nome do prometido.

No caso dos maçons, desde o grau 1 ao 33 esse nome não é revelado, por isso ele é conhecido apenas como GADU. Apenas duas pessoas no mundo místico conhecem o verdadeiro segredo que é a Besta de dois chifres. Esses dois feiticeiros tem domínio sobre todas as religiões inclusive o Papa  (isso também  inclui algumas igrejas evangélicas)  e poder para unificá-las espiritualmente em nome da Besta do abismo que é o cristo cósmico.No mundo material, eles tem poder para submeter a humanidade ao Anticristo e seus nove mestres eleitos.

Algumas das práticas realizadas nos ritos maçônicos servem apenas de condicionamento para que seja aceito a besta do abismo como DEUS e o Anticristo com seus nove mestres eleitos que é o governo mundial.

A partir do grau 3, os ensinos maçônicos usam lendas atribuídas ao rei avental-grau-9Salomão. Apesar dessas lendas possuírem caráter filosófico,  elas na verdade não passam de um condicionamento para o reino do Anticristo, por exemplo: Na lenda de Salomão,  os nove mestres eleitos  recebem esse  titulo após degolarem um certo número de pessoas . E como sabemos  o Anticristo degolará milhares de pessoas em breve.

Os ritos maçônicos possuem vários tipos de sinais, saudações, toques e marchas, mas eles   são apenas uma forma de identificação dos graus da maçonaria, por exemplo:  o illuminatis sempre usam o famoso  sinal satânico para se comunicarem.

As Insígnias utilizadas são um condicionamento para uma futura adoração à estrela de nove pontas.  Esse condicionamento encontra-se no Grau 8 da maçonaria chamado de  Intendente dos Edifícios. Abaixo temos a descrição das insígnias desse grau:

3 – Insígnias do Intendente dos Edifícios

Avental – De cor branca, debruado de vermelho e bordado de verde. No corpo há uma balança e uma estrela de nove pontas. Na abeta há um triângulo com as letras B. A. J. (iniciais de Bem Chorim, Achan e Jakinal).

A ornamentação da Loja não passa de uma oferenda aos santuários do Báb e de Baha’u’llah, por exemplo:  é muito comum os maçons acenderem cinco velas para a iluminação de suas almas na decoração do templo.

Esse rito pode ser visto no grau 2 (companheiro maçom), onde duas das cinco velas são acesas no oriente do templo. Isso é uma representação da besta de dois chifres que é representada pela Casa Universal de Justiça e Guardiania localizadas em Haifa-Israel onde encontra-se o arco da vitória de Bahaullah (formado por 5 instituições).

 Mas de todos os itens a bateria é a mais importante. Ela foi inspirada através de uma interpretação errada e simbólica do versículo bíblico abaixo:

E eu vos digo a vós: Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei, e abrir-se-vos-á; (Lucas 11 : 9)

No versículo acima, o Senhor Jesus não está mandando ninguém ficar batendo em uma porta ou mesa para ser atendido. Isso parece meio ridículo, mas é dessa forma que os maçons interpretam a Bíblia. O pedido é apenas uma oração espiritual feita com fé.

Na medida em que os maçons fazem seus ritos e realizam as baterias, também conhecidas como batidas ou pancadas, são acionados os portais de bahá que lhe enviam espíritos para guiar o maçom até que  o mesmo se ajoelhe e adore a Baha’u’llah, o senhor dos nomes mais conhecido na maçonaria como GADU. Essa admoestação para os maçons encontra-se escrita na epístola Lawh-i-aqdas descrita abaixo:

“LAWH-I-AQDAS (A Mais Sagrada Epístola) (..) Temos convocado todas as coisas criadas para atingirem a presença de teu Senhor, Rei de todos os nomes. Bem-aventurado é o homem que (..) volveu a face….”

E de fato os maçons volveram suas faces a Baha’u’llah, mais especificamente as esferas do reino de Abhá ,  na baterias dos ritos. Abaixo seguem alguns exemplos:

esferas_baha

Grau 3 mistérios do Mestre Maçom

BATERIA -Nove pancadas espaçadas três a três (!!! !!! !!!).

Proporção de Bahá (3 –3 -3)

Grau 4 mistérios do  Mestre Secreto

BATERIA – Dar sete pancadas, por seis e por uma (!!!!!! !).

Proporção de Bahá ( 3-3) (1)

Grau 9 mistérios do Mestre Eleito dos Nove

BATERIA – Nove pancadas por  um (!!!!!!!! !).

Proporção de Bahá (3-3-3) (1)

Grau 29 mistérios do Grande Escocês de Santo André da Escócia

BATERIA – Nove pancadas por duas, três, três e uma (!! !!! !!! !).

Proporção de Bahá (1-1) (3-3) (1)

Obs.: O bahaismo não está associado com o maçonaria fisicamente. Se os bahá’is fizessem isso estariam infringindo a diretriz número 35 do guardião  Shoghi Effendi. O controle do bahaismo sobre a maçonaria acontece de forma espiritual.

About these ads
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 210 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: